Bolsonaro aciona Sergio Moro para porteiro prestar depoimento à PF

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta quarta-feira (30) estar conversando com o ministro da Justiça, Sergio Moro, para que o porteiro do condomínio onde mantém residência no Rio de Janeiro possa ser ouvido novamente em depoimento —agora à Polícia Federal— na investigação que apura a morte da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL). A informação é do portal UOL.

“O porteiro ou se equivocou ou não leu o que assinou. Pode o delegado [da Polícia Civil] ter escrito o que bem entendeu e o porteiro, uma pessoa humilde, né, acabou assinando embaixo. Isso pode ter acontecido. Estou conversando com o ministro da Justiça, o que pode ser feito para a gente tomar, para a polícia pegar o depoimento novamente. O depoimento agora desse porteiro pela PF”, declarou, ao sair do hotel em Riad, capital da Arábia Saudita, onde está hospedado.

Reportagem da TV Globo relata que o porteiro do condomínio onde Bolsonaro mantém residência no Rio de Janeiro afirmou que o suspeito de matar a vereadora Marielle Franco pediu para ir à casa do presidente no dia do crime. O condomínio Vivendas da Barra, onde Bolsonaro tem casa, é o mesmo onde vivia o policial militar reformado Ronnie Lessa, apontado pelo Ministério Público e pela Polícia Civil como o autor dos disparos que mataram Marielle e Anderson.

Segundo o UOL, Bolsonaro disse ainda estar “aguardando a TV Globo ter a dignidade” de convidá-lo para uma entrevista ao vivo no “Jornal Nacional”, principal telejornal da emissora, a fim de esclarecer menção a seu nome na investigação que apura a morte de Marielle em março de 2018.

“Aguardo a TV Globo me convidar para o horário nobre do ‘Jornal Nacional’ falar sobre o caso Marielle no conjunto onde eu moro”, disse o presidente.

O porteiro do condomínio onde morava Bolsonaro à época disse em depoimento que alguém com a voz dele autorizou a entrada de um dos suspeitos da morte da vereadora no dia do crime. Bolsonaro, no entanto, neste dia estava na Câmara dos Deputados, segundo registro de presença da Casa.

Silvio Caldas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *