Homenageado, Eduardo Bolsonaro defende aliado investigado


Odeputado federal Eduardo Bolsonaro (SP) saiu em defesa nesta sexta-feira (25) do deputado estadual Gil Diniz (SP), seu aliado no PSL, e atacou seus adversários no partido durante homenagem feita a ele na Assembleia Legislativa paulista. Diniz é líder do PSL na Casa e braço direito da família Bolsonaro em São Paulo.

Ele se tornou alvo de investigação do Ministério Público após ser acusado pelo ex-assessor Alexandre Junqueira -segundo ele, o deputado estadual cobrava de funcionários no gabinete a devolução de parte da remuneração. “Eu acredito na inocência do Gil Diniz. Lamento porque eu conheço o denunciante, o Carioca de Suzano [apelido de Alexandre Junqueira], gente finíssima, ajudou na campanha”, disse Eduardo.

O filho de Jair Bolsonaro recebeu homenagem na Assembleia proposta pelo deputado Douglas Garcia (PSL). Em meio ao racha no PSL, Eduardo foi alvo de pedido de expulsão de um grupo do partido. Ele disse nesta sexta que o pedido é uma tentativa de “abocanhar” o diretório estadual da sigla, que ele preside.

Ao ser homenageado, Eduardo afirmou que não foi notificado do pedido de expulsão. “Curiosamente todos eles são de São Paulo. Por que estão contra mim? Eu não mudei, sou o mesmo da eleição pra cá. O que mudou neles?”, disse.

SennaHost

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *